sexta-feira, 30 de setembro de 2005

Na Cauda da Europa

Esta foi sem dúvida uma jornada europeia para esquecer. E é nestas alturas que se torna importante discutir, sem clubites ou fanatismos, o rumo que o nosso futebol está a tomar, até porque é o prestígio de um país (o NOSSO prestígio) que está a ser posto em jogo.
6 jogos... 1 vitória, 1 empate e 4 derrotas. Conclusão: uma vergonha!! O Setúbal acaba por ser a equipa com menos culpas nisto tudo, lutando com as forças que tinha e não dando a derrota como adquirida. O Braga que começou com uma distracção, que lhe saiu cara, mesmo conseguindo depois um empate e sendo (injustamente) eliminado. O Sporting que fez uma exibição decepcionante, paupérrima, sem qualquer tipo de imaginação e que com o pássara na mão por mais que uma vez, o deixou sempre fugir. O Porto que fez o "impossível" depois de estar a vencer por 2-0 em casa o "rebuçado" do seu grupo e acaba por sofrer 3 golos com erros defensivos primários. O Benfica que nunca teve tanto para poder vencer em Old Trafford e acaba por não pontuar devido a uma solução errada de Koeman, que tirou o ponta-lança, que como é sabido, faz com que os centrais contrários não subam e com que o caudal ofensivo do adversário não se acentue....
E no meio de tanta desgraça salva-se o Guimarães, a equipa que a nível interno vai fazendo a figura mais triste de todos os envolvidos, mas que na Europa não mancha o orgulho português.
Ainda há quem diga por aí que o futebol é a alegria do povo... Pois neste caso vejo-me obrigado a dizer que povo mais triste era impossível de ver, à excepção da pequena percentagem de vimaranenses que teve razões para sorrir.
Contas feitas, acima de tudo, na minha opinião, a culpa é dos orgãos de comunicação social, que acham que os clubes portugueses são todos muito bons e que esta semana apostavam em vitórias de toda a gente, talvez com a excepção de Setúbal e Benfica, e depois no fim é o que se vê. Vão do 80 ao 8 em 24 horas.
Melhor ainda são os treinadores que depois vêm para a praça pública após humilhações, dizer que os adeptos não têm direito de criticá-los e ameaçando sair, como se fossem os melhores do mundo e estivessem acima de qualquer culpa nas derrotas das suas equipas. É por isso que cada vez mais andamos na cauda na Europa... até já no futebol, que era das poucas coisas que se salvava.
Saudações a todos!!

quarta-feira, 28 de setembro de 2005

Man Utd 2 - 1 Benfica

Ontem à noite em Old Traford assistiu-se a um bom jogo de futebol. O Benfica entrou em campo confiante mas um pouco nervoso, o que levou a que nos primeiros 10 minutos só visse a equipa da casa a jogar. Mas aos 15 minutos de jogo a situação muda de figura. O Campeão Nacional pega no jogo e controla quase toda a primeira parte, principalmente no meio-campo, que ontem esteve muito seguro. No entanto, é nesta primeira parte que o Manchester faz o primeiro golo do jogo. Giggs aponta um livre aos 38 minutos, que batendo a bola na barreira, trai Moreira e entra na baliza. Ia-se para o intervalo com um resultado injusto...

No segundo tempo o Benfica torna a demorar um pouco para entrar no jogo. Mas quando pegou fez o que poucas equipas no mundo fazem, dominou o Man Utd no seu próprio estádio. E, aos 58 minutos Simão Sabrosa congelou Old Traford com uma golaço de livre directo. Com muita calma e classe, o internacional português remata em arco, não dando a mínima hipótese ao gigante Van der Sar. E o Benfica continuou a jogar bem, tendo até oportunidades para passar para a frente do marcador.

Aos 80 minutos Ronald Koeman teve um erro que foi fatal para a equipa da Luz. Põe a equipa a defender o resultado (1-1) tirando Miccoli para entrar João Pereira, isto enquanto Beto continuava em campo, mesmo estando a jogar muito mal. Com esta mudança de sistema o Manchester subiu no terreno e aos 84 minutos, após um canto, Van Nistelrooy marca o segundo para a equipa da casa. Só então é que Koeman põe em campo, aos 85 minutos, Geovanni e Mantorras para tentar emendar o seu erro atrás cometido, mas, infelizmente, foi tarde de mais...

Fica para a história uma excelente exibição de Manuel Fernandes, acompanhado de Simão Sabrosa, Petit, Nuno Gomes e Ricardo Rocha. No lado adversário, é de salientar o bom jogo do português Cristiano Ronaldo. Resta dar os parabéns ao Man Utd e que o Benfica não se deixe ir abaixo, porque a jogar assim pode dar muitas alegrias aos benfiquistas e a Portugal.

Saudações Benfiquistas!!!

sexta-feira, 23 de setembro de 2005

Nem à pedrada pararam o Benfica

Este é, sem dúvida, um jogo em que há muito para ser dito, mas acima de tudo, um jogo em que a vitória tem um gosto especial... porque vingamos aquela derrota do ano passado que nos tinha ficado atravessada... e porque mostramos a alguns energúmenos que nem à pedrada conseguem parar o Benfica.
Foi um início avassalador de um Benfica que parece ter começado a atinar com os lances de bola parada, que antes eram uma grande pecha da equipa. Começamos bem cedo com o golo de Nuno Golos...desculpem, Gomes... continuamos aos 12m com o portentoso pontapé de Simão. A partir daqui o jogo entrou numa toada de contenção com o Benfica a segurar bem o jogo e a dominar a luta no meio campo. Ainda antes do intervalo temos que destacar a "não expulsão" de Barrionuevo, que na última falta que fez antes de sair merecia ter ido para a rua, sem que sequer tivesse visto o amarelo...
Na 2ª parte, o Benfica voltou tranquilo e continuou a controlar o jogo e o cansaço, já a pensar em Manchester, sem que deixasse de criar alguns lances de perigo. Mas o melhor estava guardado para o fim. O Penafiel reduziu aos 80m por Marco Ferreira e quando tentava reagir, eis que Nuno Gomes, marca um golo fenomenal, a fazer lembrar os melhores pontapés de Van Basten e acaba com as esperanças penafidelenses e dragartas!
A reter depois deste jogo fica a veia goleadora de um Nuno Gomes, a fazer relembrar a sua melhor fase, em 2000, fica mais uma boa exibição de Nélson, um excelente golo de Simão, um Miccoli muito trabalhador na abertura de espaços, um Anderson que por vezes tapa o seu espaço e o espaço que Luisão não cobre, um Geovanni que fez mais uma exibição apagada e que contraiu uma lesão e um meio-campo que na 2ª parte esteve melhor do que na 1ª.

Resultado Final: 1-3 (Nuno Gomes 5m, Simão 12m, M. Ferreira 80m, Nuno Gomes 84m)

Venha daí Old Trafford!

Maior que a nossa grandeza, só o ódio deles!

Esta imagem diz bem do que foi feito à nossa camioneta e é um acontecimento que nem precisa que se diga muito. Mas fica o registo para verem como o título do artigo faz sentido.
E agora quem paga os danos uma vez que o veículo estava dentro do parque reservado do hotel??? Quem terá feito isto??? Estarão os seguranças do hotel completamente isentos de culpas neste acto de vandalismo??? Não deviam estar de vigia??? Ou será que também estão envolvidos na preparação desta canalhice???
Provavelmente todas (ou quase todas) estas perguntas ficarão sem resposta... Mas não é assim que nos atemorizam! FORÇA BENFICA!

terça-feira, 20 de setembro de 2005

Semana positiva

É com alegria que, no fim desta semana, vejo que o Benfica voltou ao rumo dos triunfos, como esperávamos. Duas vitórias em dois jogos, que podem marcar a viragem da sorte a nosso favor, com o factor positivo de, na Liga, termos visto todos os nossos mais directos adversários perder alguma da vantagem que possuiam.

Analisando o futuro breve da equipa, penso que na Liga temos todas as condições para, até ao jogo no Dragão, recuperar ainda mais um pontos, uma vez que defrontamos o Penafiel (1 ponto) e o Guimarães (0 pontos), equipas que têm tido exibições e resultados fracos para o campeonato.

Na Liga dos Campeões temos um confronto para a semana contra o todo-poderosos Manchester United, que apesar de ter 9 baixas certas para o jogo com o Benfica, não deixa de ser um adversário temível.

Para finalizar esta semana positiva, vejo-me obrigado a falar de coisas menos positivas: as assistências do Estádio da Luz. Termos 32mil adeptos num jogo de Liga dos Campeões, apesar da equipa vir de um momento menos bom não é compreensível. Assim como os 31 mil adeptos que estavam no jogo com o Leiria são poucos, depois de uma vitória importante frente ao Lille.
A culpa é dividida entre direcção (que nos jogos da Liga podia optar por preços mais acessiveis e encher o estádio, ganhando o mesmo em relação ao dinheiro) e os adeptos (que nos jogos da Liga dos Campeões nao aproveitaram os preços razoáveis dos bilhetes, sobre os quais a direcção não tem controlo de preços), deixando a moldura humana do estádio muito fraquinha para aquilo que o Benfica é capaz.
Esperemos que a próxima semana seja tão positiva como esta.
Saudações dos campeões.

domingo, 18 de setembro de 2005

Finalmente a primeira vitória!!!

Após a vitória na Liga dos Campeões, o Benfica consegue hoje a sua primeira vitória para o campeonato. O jogo foi frente a União de Leiria no Estádio da Luz. O jogo começa practicamente com o primeiro golo do Benfica, logo aos 3 minutos, após um canto e alguma confusão na pequena área, João Paulo faz um auto-golo ao tentar defender um remate de Anderson.

Começou de seguida o festival de golos de Nuno Gomes... O jogador já não fazia um hat-trick para a Superliga desde a época 98/99 num jogo frente ao Marítimo. E se o Benfica começou a primeira parte com um golo, também o fez no final da mesma, aos 44 minutos Nugo Gomes finaliza com sucesso um bom cruzamento de Nélson, o melhor jogador em campo. Aos 61 minutos Manuel Fernandes executa um livre para o segundo poste onde aparece o ponta de lança do Benfica para bisar na partida. E, finalmente, aos 85 minutos o quarto e último golo do Campeão apareceu com um bocado de sorte à mistura, remate de João Pereira, que entrou no decorrer da segunda parte, ao qual Nuno Gomes tenta interceptar e acaba mesmo por chegar à bola fazendo um chapéu a Fernando...

De salientar ainda um poderoso remate de Manuel Fernandes ao qual Fernando responde com uma boa defesa, e também uma espectacular jogada de entendimento entre Nuno Gomes e Miccoli, que acaba com um remate do italiano a passar muito perto do poste. O importante hoje eram os 3 pontos e isso foi conseguido.

Só esperamos que o Glorioso continue com as vitórias tanto na Superliga como na Champions. Força Benfica!!!

quinta-feira, 15 de setembro de 2005

Top 20 da Liga dos Campeões

O Benfica encontra-se no em 7º na lista de melhores desempenhos de sempre na Liga dos Campeões, tambem nesta lista podemos encontrar o Porto em 11º , o Sporting em 67º e o Boavista em 91º.

Eis a lista dos 20 primeiros, de acordo com o números da UEFA:

1. Real Madrid
2. Bayern Munique
3. Milan
4. Juventus
5. M. United
6. Barcelona
7. Benfica
8. Dinamo Kiev
9. Ajax
10. Liverpool
11. F.C. Porto
12. Anderlecht
13. Glasgow Rangers
14. Celtic
15. Inter Milan
16. Galatasaray
17. Estrela Vermelha
18. PSV Eindhoven
19. Sparta Praga
20. Panathinaikos
.....
67. Sporting
.....
91. Boavista

quarta-feira, 14 de setembro de 2005

Miccoli Superstar

Como todos nós esperávamos, o Benfica começou hoje a sua participação na Liga dos Campeões 2005/2006 com uma vitória sobre o Lille, num jogo que quase sempre dominou. O Lille mostrou que ficava contente com um empate e, como castigo, sofreu uma derrota com um golo de Miccoli aos 92minutos.
Miccoli foi, sem dúvida, a grande estrela do jogo... fez vários remates perigosos na 1ª parte, com um remate á barra e outros que proporcionaram boas defesas a Toni Sylva, o melhor jogador dos franceses, culminando a sua prestação com um belo golo a acabar o jogo.
Finalmente, Koeman deixou de inventar e jogou em 4-4-2, com Miccoli e Nuno Gomes no ataque (com prestações bem distintas). Geovanni foi a principal decepção da equipa, sem nunca ter aparecido em destaque durante todo o tempo que esteve em campo. Karagounis e Mantorras foram duas boas soluções de ataque lançadas nos últimos minutos por Koeman, entrando ambos com muita garra e vontade de dar os primeiros 3 pontos ao Benfica.
Também no nosso grupo, Villareal e Manchester empataram a zero, o que faz com que o Benfica ocupe isolado o 1º lugar do grupo ao fim da 1ª jornada.
O próximo jogo é uma deslocação complicada a Old Traford, mas temos que acreditar que o Benfica é capaz de passar esta fase de grupos.
Saudações dos Campeões!


Resultado Final: 1-0 (Miccoli, 92m)

Nós acreditamos!!

Mais do que um simples artigo de opinião, este post é uma mostra de confiança do VAMDP à equipa que amamos e que achamos que amanhã voltará ao rumo das vitórias, para nunca mais se desviar.
Para voltarmos ao sucesso basta fazer uma coisa... não inventar! Pegar naquela equipa e jogar com uma táctica simples e eficaz, que promova uma boa ligação entre sectores, com jogadores empenhados (ainda para mais sendo uma estreia na maior montra do futebol europeu), com um técnico interventivo e que saiba pôr os melhores a jogar, sem olhar a lugares garantidos por estatuto.
Acredito mesmo que Koeman vai voltar a uma táctica de 4 defesas, ficando depois a dúvida entre o 4-4-2 (mais provável) e o 4-3-3. Esta equipa tem tudo para vencer o próximo jogo, porque para além de ser a estreia na Liga dos Campeões e para além de jogarmos em casa, temos uma equipa com enorme sede de vitórias, que nos têm escapado.
Muitíssimo importante vai ser o público, que tem que apoiar a equipa, mesmo que o golo não surja nos instantes iniciais... sempre soubemos ser pacientes e não podemos deixar de apoiar a nossa equipa NUNCA!
Amanhã às 19.45h vamos voltar a estar presentes numa prova na qual temos uma grande história feita (entre os 5 maiores clubes da Europa)... eu acredito numa vitória para nos lançar rumo a uma passagem à próxima fase... e vocês???

PS: Só um aparte. Ricardo Rocha foi expulso aos 51m em Alvalade por uma entrada sobre Rogério num lance precedido de falta de Liedson sobre o mesmo RR, que fez com que este chegasse atrasado á bola e acertasse no adversário. Hoje, Hugo Almeida, aos 73 (para quem quiser comprovar), tem uma entrada igualzinha à do RR, com a agravante de ninguém intervir na sua acção anteriormente... só viu um cartão amarelo... e agora, quem tem razão???? Fica a dúvida!...

segunda-feira, 12 de setembro de 2005

E Agora Benfica?

Pois é, perdemos! Começa a ser preocupante, apesar desta derrota não ter sido inesperada, como a que sofremos contra o Gil na Luz, que foi sem dúvida uma derrota que deixa o moral dos Benfiquistas muito em baixo.


Não foi um jogo por ai além e acabou por ganhar o Sporting, que jogou bem mais solto que o Benfica, acabando por não ampliar mais o resultado, porque Moreira foi claramente o melhor jogador do Benfica.


Infelizmente tenho de salientar a actuação do árbitro, que mais uma vez (já o tinha feito no jogo contra o porto em 02/03) voltou a expulsar injustamente um jogador do Benfica, por uma falta em que o cartão amarelo era o mais ajustado. O jogo acabou por ser decidido aí embora o Benfica tenha conseguido marcar com um livre do Simão.


Quanto a táctica, não posso dizer que é a que aprovo... só espero que Koeman perceba de uma vez por todas que, realmente, não é a mais ajustada ao plantel que o Benfica tem.

Agora só nos resta melhorar e apelo aos Benfiquistas que apoiem a sua equipa nos bons e nos maus momentos. Lembrem-se que foi com esta equipa que fomos campeões o ano passado e que ninguém passa de bestial a besta em 3 jogos apenas... não se deixem influenciar pela negatividade transmitida pelos jornais desportivos, porque ainda falta muito para jogar e acreditem que ainda vamos renovar o título!

Só de mencionar que agora já se podem rir de quem dizia que o Benfica se ia preparar para ser levado ao colo... nota-se!

Saudações Benfiquistas! Ânimo pessoal!

quinta-feira, 8 de setembro de 2005

Já cheira a derby!

Image Hosted by ImageShack.us

Vinha eu hoje a passar na Churrascaria, perto de minha casa, e de repente veio-me um cheiro intenso a Sporting-Benfica da época 2004-2005... ah pois!! estavam lá os frangos nas brasas. Passando estas picardias à frente e até porque, azar dos azares, parece que o Ricardo nem vai jogar, passemos à antevisão de um jogo que já se começa a tornar muito importante para o Benfica, em virtude do terreno perdido.
Analisemos, então, o enquadramento do jogo:

Vantagens:
> Inclusão de novos reforços no plantel, o que dá mais confiança aos adeptos, que começam a ver a equipa com maior poder de ataque;
> O regresso de Simão à boa forma, algo que já ia tardando e que faz bastante falta ao Benfica;
> A pressão existente sobre os donos da baliza "verde", o que pode trazer alguma insegurança às hostes lagartinhas

Desvantagens:
> O Benfica reforçou-se, mas o Sporting também não ficou a ver e garantiu algumas das joias da coroa do Braga... vamos ver que resultado terá;
> O facto de jogar fora, num estádio que deverá estar, na sua grande maioria, repleto de adeptos do Sporting;
> A lesão de Petit, que acaba por ser uma baixa de peso para enfrentar um jogo complicado.

Dúvidas:
> Como se comportarão os reforços de ambas as equipas na sua estreia (se é que todos vão jogar);
> Beto deverá ser o substituto de Petit no meio campo... resta-nos agora esperar e ver como se irá portar o brasileiro no teste de fogo que tem pela frente.
> Ninguém sabe que sistema táctico vai o Benfica apresentar. Será que nos mantemos pelo 3x4x3 ou voltamos ao 4x3x3 ?

Agora esperemos que seja um bom jogo sem casos e sem mergulhos à Liedson como no ano passado. Força Benfica!

sexta-feira, 2 de setembro de 2005

É com estes que vamos à luta!

Image Hosted by ImageShack.us
O VAMDP resolveu hoje, 24 horas depois do fecho do prazo de transferências do mercado português, apresentar o esquema definitivo do plantel do Benfica para enfrentar as competições nacionais e europeias que temos pela frente nesta época de 2005/2006.
De positivo, devemos salientar o facto de, nesta época, termos, pelo menos, duas opções válidas para cada posição, o que acabará mesmo por criar alguns problemas a Ronald Koeman. Por outro lado há sempre o facto positivo de, em caso de lesão, haver sempre jogadores para tapar os espaços que sobrem no plantel.
Os destaques do plantel 2005/2006 têm que ser entregues a alguns jogadores da prata da casa, como Moreira (regressado à titularidade), Ricardo Rocha (o apelido diz tudo...), Manuel Fernandes e Petit (uma dupla de grande raça) e Simão (o nosso capitão!)... mas não nos podemos esquecer de algumas aquisições que prometem, como Karagounis, Miccoli e o próprio Nélson.

Em baixo podem ver a aposta do VAMDP para o onze ideal desta época:
Image Hosted by ImageShack.us
Sabemos que este pode ser um onze arriscado e, de certa forma, discutível... mas nesta altura parece ser aquele que torna o Benfica mais forte. Moreira de regresso à "sua" baliza, Dos Santos, lateral esquerdo de raiz, ocupa uma vaga onde terá a luta com Leo. No centro, Ricardo Rocha ocupa a sua verdadeira posição, ao lado de Anderson, que parece mais móvel e versátil que Luisão. Nelson parece levar vantagem na direita, por mostrar mais sangue frio que João Pereira.
No meio campo, Petit e Manuel Fernandes já mostram maior entendimento, apesar de Beto se mostrar um bom reforço. Karagounis foi expressamente contratado para tapar o "buraco" do nº10 que existia na equipa. Nas alas, Simão é dono de um dos lugares e, para nós, esse lugar deverá ser na direita, com Miccoli a descair para a esquerda, numa posição a que também pode jogar. Geovanni não é um jogador regular (mas tem que jogar contra o Sporting...), daí ficar de fora. No ataque, um Nuno Gomes ao nível de outros anos pode fazer a diferença, e isso parece estar mais perto de acontecer, uma vez que mostra estar em boa forma, bem melhor do que em anos anteriores... Esperemos que não apareçam as lesões.

Saudações Benfiquistas!