domingo, 26 de fevereiro de 2006

Tamiflu contra a gripe dos perus... Foi o Baía que pediu?

É mesmo verdade... Inicialmente duvidei da medida dos Super Dragões, mas agora agradeço-lhes porque eles bem tentaram avisar-nos do perigo que corriamos ao conviver com a equipa do Porto no dia de hoje. Baía esteve umas semanas de quarentena no banco, para tirar as dúvidas sobre a sua "gripe dos frangos", mas com a lesão de Helton teve de voltar a jogar e confirmam-se os piores diagnósticos... O rapaz está mesmo mal!! A partir desta noite vai ser distribuído um kit a todos os adeptos do Porto, que juntará uma caixa de Tamiflu à típica caixa de Xanax e Rennie.
Agora falando do jogo propriamente dito, o Benfica entrava para este clássico com a obrigação de vencer... Como eu já tinha afirmado, a perda de pontos hoje significaria, quase de certeza, uma quebra e uma diferença pontual impossíveis de recuperar.
Inicialmente, ambas as equipas entraram muito tácticas, sem que a bola se afastasse muito do meio-campo e o jogo começou a tomar contornos muito duros. Duas entradas duríssimas nos primeiros 10m ficaram marcadas na minha mente... Bosingwa sobre Simão e Leo sobre Quaresma abriram as hostilidades de ambos os lados. Nesta fase de bola dividida, ficou por mostrar um amarelo a Raul Meireles por entrada duríssima sobre um jogador do Benfica (28m)... Dois minutos depois, pareceu-me ter ficado um penalty por marcar a favor do Benfica, por mão de Pepe dentro da área, só que apesar dos protestos o árbitro não assinalou nada.
E foi de uma falta sobre Robert perto do meio-campo que nasceu o golo do Benfica. Quando muitos deviam estar à espera de uma bola bombeada, igual à que deu o golo da passada 3ª feira na LC, eis que Robert executa um livre na perfeição, incutindo um efeito impressionante na bola, que acabou por bater poucos metros à frente de Baía que, afectado pela "gripe dos frangos" acabou por passar em sentido contrário ao da bola e sofreu um golo para recordar... E por pouco que Nuno Gomes não aumentou a contagem a seguir, numa excelente jogada que o nosso homem golo não soube concretizar da melhor forma.
Ainda antes do intervalo ficou por mostrar um amarelo a Alcides e a Quaresma por uma picardia sem bola a meio-campo, que no caso resultaria na expulsão de Quaresma, visto que já tinha um amarelo... E Quaresma tentou de todas as formas a expulsão, só que o shôr árbitro fez -se cego e o rapaz lá conseguiu aguentar-se em campo até ser substituído por Hugo Almeida.
Na 2ª parte o jogo tornou-se mais partido, o Porto tentou apostar em mais opções de ataque, mas o discernimento foi algo que esteve longe esta noite, bem visível pelas oportunidades claras de golo que a equipa teve... Teve alguma??
O Benfica retraiu-se mais na 2ª parte, mas através de contra-ataques velozes e venenosos acabou por ter algumas oportunidades para chegar com perigo à baliza de Baía... Mais uma vez é de assinalar que ficou um penalty por marcar por falta de Lucho sobre Petit já aos 90m, com a própria cara de Lucho (bem visível na TV) a mostrar que o argentino sabe bem o que fez, para além de Pedro Emanuel que rasgou a camisola a Simão quando já tinha um amarelo sem ter ido para a rua...

Nota de relevo para mais um jogo com ambiente fantástico no Estádio da Luz, que apesar de não estar cheio esteve muito bem composto e sempre pronto a apoiar a nossa equipa.

Os melhores em campo do lado do Benfica foram Luisão, impecável a limpar a área defensiva com uma segurança fantástica; Leo, que mais uma vez esteve imperial na sua ala. O cansaço parece não existir para este jogador e está numa forma física invejável; Robert acaba por ter destaque pelo golo da vitória, mas também porque mostrou uma grande subida de forma tendo tido um papel importante no flanqueamento do jogo de hoje; Nuno Gomes, não tanto como ponta-de-lança, onde falhou alguns lances, mas principalmente como organizador de jogo, recebendo muitas bolas de costas para a baliza e conseguindo segurá-las bem e soltá-las no momento exacto. Também Karagounis motrou bons pormenores no controlo e transporte de bola, Petit e Manuel Fernandes também recuperaram algumas bolas no meio-campo, Alcides jogou melhor do que nos jogos anteriores, Moretto quase nem teve trabalho e Simão não foi constante, mas mostrou alguns pormenores à Simão...

A vitória foi justa, aliás, o próprio Adriaanse acabou por assumi-lo e o Benfica volta a aproximar-se do Porto e ajuda a Liga a ganhar mais emoção, com o Porto a ficar com menos espaço para errar. Ainda tudo é possível e nós acreditamos, como sempre o fizemos... Brevemente serão postas aqui no blog algumas fotos do jogo de hoje, tiradas por amigos nossos.
Venha daí o próximo!! Bom Carnaval, divirtam-se muito... mas cuidado com as "gripes"!!
FORÇA BENFICA!!

Sem comentários: