domingo, 19 de novembro de 2006

Os erros pagam-se caro!!!

Estádio Municipal de Braga. Tudo a postos para mais um jogo da 10ª jornada da Bwin Liga. Ao minuto 7 da partida, erro de Quim. O guardião do Benfica marca mal um livre no lado direito da defesa, e põe a bola nos pés de Zé Carlos, o avançado brasileiro do Braga, sem ninguém na baliza adversária, remata e faz o 1-0. O Benfica praticamente começa a partida a perder. Mesmo assim deu uma boa resposta a partir dos 20'. Miccoli desmarca Nuno Gomes, este tenta devolver o passe, mas a bola é cortada, caso contrário o italiano ficaria isolado. Foi este lance que ressuscitou o Benfica. Começaram então as trocas posicionais que têm feito do clube uma equipa goleadora, com Miccoli e Simão em destaque. O empate surge naturalmente, livre de Simão, cabeceamento de Katsouranis, e Ricardo Rocha marca o seu primeiro golo ao serviço do clube da Luz, após defesa incompleta de Paulo Santos. O 2-1 quase aparecia num cabeceamento de Nuno Gomes, mas desta vez Paulo Santos esteve muito bem. Na segunda parte o Benfica entrou bem, e foi quando estava a controlar o jogo que Nélson faz um mau passe, aproveitado por João Pinto, que desmarca Maciel para o 2-1. Mais um erro, mais um golo sofrido. No entanto, o Benfica reagiu bem, já com Karagounis em campo, nós fomos donos e senhores da posse de bola. Nuno Assis subia de rendimento e organizava o jogo do Benfica. Não sei se é coincidência, mas o Benfica tem vindo a jogar bem e a ter vitórias indiscutíveis, e nesta partida, quando a estava a controlar, foi "necessário" intervir uma outra instituição, a APAF. Felizmente este ano ainda não tinham havido erros graves para o nosso lado, mas haviam de chegar... Simão sofre três faltas claríssimas, duas delas em posição perigosa para os arsenalistas, e nenhuma foi assinalada. Petit é tocado à entrada da àrea, e leva amarelo por simulação. Miccoli toca no árbitro para lhe esclarecer determinado lance e leva amarelo, sim porque não se pode tocar em sua excelência, são seres superiores. Mas a maior coincidência de todas qual é? O árbitro foi Olegário Benquerença. O Benfica ainda criou mais oportunidades, mas todas mal finalizadas. Até que aos 81', livre para o Braga, cabeceamento de Paulo Jorge e golo. Estava então feito o resultado final.

Nos destaques coloco: Ricardo Rocha, que se estreia a marcar pelo Benfica, apenas por isso; Simão, tentou sempre desiquilibrar e muitas faltas sofreu; Miccoli, sempre irrequieto e inconformado; Anderson, penso que foi o único que jogou bem na defesa. Não foi um grande jogo da nossa parte, logo não há muitos destaques.

Atenção que o facto de eu achar que fomos prejudicados pela equipa de arbitragem, não quer dizer que utilizo isso como desculpa para a derrota. Não foi o árbitro que nos derrotou, mas que ajudou, isso é óbvio. Quem está de parabéns é o Braga e o seu treinador, pela boa estreia, porque ganhou bem, sendo o resultado justo. A nós, Benfica, resta-nos esquecer Braga e pensar na "final" que será jogada no Estádio da Luz, terça-feira, frente ao Copenhaga.

Força Benfica!!!

Sem comentários: