quinta-feira, 12 de julho de 2007

As despedidas não têm que ser sempre turbulentas...

O avançado italiano Fabrizio Miccoli afirmou hoje, durante a sua apresentação como jogador do Palermo, que foi "tratado como um rei" no Benfica, embora tenha admitido que o regresso a Itália baseou-se numa decisão familiar. "Fui tratado como um rei no Benfica mas quando soube do interesse do Palermo não tive qualquer hesitação em aceitar, porque já tinha decidido, em conjunto com a minha esposa, regressar a Itália", admitiu o internacional transalpino. Miccoli, que jogou no Benfica nas duas últimas épocas (sob empréstimo da Juventus) tendo marcado 14 golos na Liga e quatro na Liga dos Campeões, assinou por três temporadas com os "rosanero".
www.record.pt


É sempre um orgulho saber que um jogador se sentiu bem em jogar no nosso clube. Miccoli é exemplo disso. Depois de vários casos como o de Miguel que saiu após uma divergência com a direcção do Benfica deixando magoados os adeptos e manchando a sua imagem aqui está a prova de como o Benfica é um clube atractivo para os jogadores que dão tudo por tudo pela sua camisola! Nestes dois anos que esteve no Benfica Miccoli foi um exemplo de profissionalismo, dedicação e talento! Também deixas saudades por cá, serás sempre bem vindo!

Sem comentários: