sexta-feira, 31 de agosto de 2007

Sorteio ditou:

Grupo A: Liverpool, Porto, Marselha e Besiktas.
Grupo B: Chelsea, Valência, Schalke 04 e Rosenborg.
Grupo C: Real Madrid, Werder Bremem, Lazio e Olympiakos.
Grupo D: Milan, BENFICA, Celtic e Shaktar.
Grupo E: Barcelona, Lyon, Estugarda e Rangers.
Grupo F: Man Utd, Roma, Sporting e Dinamo Kiev.
Grupo G: Inter, PSV, CSKA e Fenerbahçe.
Grupo H: Arsenal, AEK\Sevilha, Steaua e Slávia Praga.

Um grupo difícil pela frente do Benfica, mas possível como seria qualquer grupo que nos calhasse... O Benfica tem equipa para vencer qualquer um dos adversários em casa, e fora, só o Milan tem desculpa, mas mesmo assim é para vencer!!!

Quero aproveitar por felicitar o Leiria por ter garantido hoje a qualificação para a Taça UEFA. Este ano teremos 7 equipas a representar Portugal na Europa...


Força Benfica!!!

quinta-feira, 30 de agosto de 2007

Champions League garantida!!!

Ontem ao fim da tarde Copenhaga e Benfica entravam em campo, na Dinamarca, para decidir qual dos dois clubes se apurava para a fase de grupos da Liga dos Campeões. A equipa portuguesa levava vantagem, 2-1 conseguido no Estádio da Luz. Precisamente por estarem em desvantagem, os jogadores do Copenhaga carregaram no início. Um começo fortíssimo por parte dos dinamarqueses sufocaram o Benfica, tendo mesmo Quim, Leo e Cardozo salvo golos certos em cima da linha... Mas quando menos se esperava o Benfica marca. Um golo fantástico, num livre estudado, finalizado por Katsouranis. Este tento mudou tudo. O resultado mudou, o Benfica tinha agora mais margem de manobra, e também a partir do golo a exibição mudou, começou desde então a comandar o jogo e a carregar mais. O Copenhaga já só ia à área do Benfica em contra-ataque...

A segunda parte trouxe mais do mesmo. O Benfica jogava a um nível razoável, controlando o jogo e o Copenhaga ia tentando em contra-ataque surpreender. Nos últimos minutos do jogo viveu-se o mesmo do início, a equipa da casa acreditou mais um bocado e massacrou um pouco, mas ontem foi um dia em que a defesa do Benfica esteve impecável...

Os destaques vão para: Miguel Victor, o miúdo tem estado muito bem, dois jogos que prometem um grande futuro do rapaz; Katsouranis, bem a defender e marca o golo da vitória; Petit, para mim o melhor em campo, a idade nele não pesa, está em todo o lado. Depois quero referir que gostei de Di Maria, vê-se que há ali qualidade, precisa é de se adaptar ao futebol europeu, mas prevejo excelente futuro para o jogador.

Camacho:
Sobre o apuramento «O objectivo era estar na Liga dos Campeões e acho que justamente o conseguimos. Agora vamos ver o que vai acontecer na fase de grupos, mas é interessante para o Benfica ficar entre os grandes da Europa. É uma vitória fantástica. Tal como aconteceu frente ao Vitória de Guimarães não tenho nada a criticar. A atitude, trabalho e entrega foi magnífica, só que às vezes a bola entra e outras vezes não. Temos de trabalhar para que a bola entre sempre. Agora, vamos ver se equilibramos a equipa e iniciar o trabalho para o jogo com o Nacional», sobre Di Maria «É um jogador que tem muita classe, mas ainda não está a cem por cento».

Katsouranis:
«Foi um jogo extremamente difícil e fomos obrigados a trabalhar muito, mas o principal foi alcançado uma vez que conseguimos o nosso objectivo ao vencer em Copenhaga». Sobre Miguel Victor «É o segundo jogo que faço ao seu lado e ele tem vindo a evoluir. É um excelente jogador e tem um futuro promissor. Parece que jogo há muito tempo ao lado dele».

Petit:
«O mais importante era passar à fase de grupos e nós conseguimos esse objectivo. Trabalhámos muito bem e nós sabíamos que o jogo ia ser muito difícil, porque eles são muito fortes no jogo aéreo. Este resultado faz com que todos estejamos muitos felizes por passar à fase de grupos».

Hoje será o sorteio da fase de grupos da Champions. A ver vamos o grupo que nos calha...

Força Benfica!!!

terça-feira, 28 de agosto de 2007

Aquisições!!

O Benfica garantiu a contratação dos dois internacionais uruguaios Maximiliano Pereira (ex-Deportivo Sporting) e Cristian Rodriguez (ex-PSG). De acordo com o comunicado na Comissão do Mercado de Valores Imobiliários (CMVM), o Benfica revela que «adquiriu os direitos de inscrição desportiva do jogador Maximiliano Pereira, ao clube Defensor Sporting, tendo celebrado com o referido atleta um contrato com a duração de cinco épocas.» Para garantir a contratação de Maxi Pereira o Benfica despendeu cerca de três milhões de euros, que lhe permitem ter 100 por cento dos direitos federativos e 70 por cento dos direitos desportivos. O clube «encarnado» refere ainda que também adquiriu o passe de Cristian Rodriguez a custo zero.

Outro que já se encontra em Lisboa e deve treinar já nas próximas horas é o mais recente reforço do Benfica, Edcarlos Conceição Lobo, de 22 anos, ex-S. Paulo, um defesa central com o qual Camacho poderá contar no imediato, já para a visita à Choupana, domingo, caso o técnico espanhol assim o entenda. O central assinou por quatro épocas, pode efectuar o primeiro treino esta tarde no Seixal e vem colmatar uma lacuna no plantel momentânea, derivada de uma série de lesões que se abateu nos elementos do eixo defensivo dos encarnados. «Estou muito satisfeito. Foi uma semana muito preenchida. Precisámos de quase uma semana para definir todos os contornos da situação. Graças a Deus, ficou tudo acertado. Agora, estou muito feliz e ansioso para conhecer o estádio e o centro de treinos do Benfica», palavras de Edcarlos aos jornalistas que o aguardavam no aeroporto de Lisboa. O central explicou a escolha, já que eram vários os pretendentes nos seus serviços: «Escolhi o Benfica por ser uma equipa de grande porte na Europa, que disputa regularmente a Liga dos Campeões. É um clube com tradições no futebol português e europeu. Então, qualquer jogador mundial tem a vontade de defender as cores do Benfica, um clube muito prestigiado no Brasil».


Esperemos que sejam jogadores úteis ao clube, porque de contratações falhadas tamos nós fartos...

Saudações Benfiquistas!!!

Nelson Évora campeão do Mundo!


O português Nélson Évora venceu a medalha de ouro no triplo salto nos Mundiais de Atletismo que decorrem em Osaca, no Japão. O atleta do Benfica conseguiu um fabuloso recorde nacional na terceira tentativa (17,74 metros) destacando-se da concorrência. A medalha de prata foi para Jadel Gregório, com 17,59 metros, ficando o norte-americano Walter Davies no terceiro lugar, com 17,33 metros. O cubano Osniel Tosca, o brasileiro Jadel Gregório, o britânico Phillips Idowu e os americanos Walter Davies e Aarik Wilson não tiveram, assim, chances na luta pela medalha de ouro. Évora foi sempre mais forte, liderando desde o primeiro salto, altura em que obteve 17,41 metros.

Nelson Évora já abordou, em declarações à comunicação social, o seu feito nos Mundiais de Osaca, no Japão. O atleta do Benfica, que melhorou o seu recorde nacional em 23 centímetros, mostrou-se «feliz por tudo ter corrido bem». «Tinha esperança que pudesse ganhar mas correu tudo bem. Não tenho palavras para dizer. Ainda estou meio apático com tudo isto», referiu o atleta do Benfica. «Vim para aqui com o objectivo de bater o meu recorde pessoal. Sabia que se o fizesse tinha grande hipóteses de ser campeão do Mundo. Superei isso e estou muito feliz por isso», conferiu à imprensa presente em Osaca. Évora deixou ainda um desejo: «Vamos mais para a frente a caminho dos 18 metros. É isso que quero».


Força Benfica! Força Portugal!!!

domingo, 26 de agosto de 2007

Dá-se um desconto?!

Se querem dar um desconto ao Camacho por ter chegado há poucos dias ao Benfica, lembrem-se que no final do campeonato esse desconto acaba por pesar na classificação. O ano passado perdemos o título por 3 pontos, este ano já lá vão 4 e note-se que foram perdidos com duas equipas que acabaram de subir. Assim não pode ser...

PS. Um "ps" só para fazer um pequeno elogio à defesa do Benfica que hoje esteve 5 estrelas, mesmo com os jogadores que têm lesionados, pena que o resto da equipa - embora com a maior parte dos jogadores disponíveis - não se mostre tão esforçada, porque tenho a certeza que hoje tinhamos saído do jogo com mais do que um mísero empate e uma exibição medíocre.

PS2. Que falta que fazes Simão!

quarta-feira, 22 de agosto de 2007

José Antonio Camacho

Está encontrado o novo treinador do Benfica - José Antonio Camacho. Tão cedo não esquecerá as últimas 48 horas. Entre as férias passadas em conjunto com a família sob o sol de Ibiza e o regresso ao clube que orientou (e onde deixou marcas) há três épocas atrás, foi preciso apenas um piscar de olhos. Vieira, presidente do clube da Luz, encarregou-se de o fazer - após o empate do Benfica com o Leixões, que motivou o líder “encarnado” a apostar numa mudança -, deslocando-se ele mesmo ao local onde o espanhol descansava e endereçando-lhe o convite de regressar ao Benfica. Camacho disse “sim” e tratou de viajar para Portugal. Assim, esta terça-feira rumou bem cedo ao Caixa Futebol Campus e espantou-se quando à porta do centro de estágio do Benfica viu centenas de adeptos à sua espera. Não escondeu a sua satisfação ao longo da conferência de imprensa de apresentação e, algures antes do almoço e o seu primeiro treino nesta sua segunda passagem pelo Benfica, percorreu, de lés a lés, o Caixa Futebol Campus. E gostou do que viu.

Entrevista dada ao site oficial do Benfica:

P – Mal terminou a conferência de imprensa da sua apresentação enquanto treinador do Benfica, percorreu todo o centro de estágio. Bem se pode dizer que muito mudou nestes três anos...
R –
Sinto que mudou muito, sim. Além do estádio, temos um centro de estágio de enorme qualidade. Fiquei impressionado com o que vi aqui no Seixal. Esta obra é uma maravilha, um local de sonho para trabalhar. Agora, para um clube grande, queremos também ajudar a tornar esta equipa ainda mais grande e poderosa, pois temos condições para trabalhar o melhor possível.

P – Condições essas para apostar na formação...
R –
Sim, temos todas as condições para sermos fortes na formação. É esse o futuro.

P – Voltando atrás no tempo, durante estes três anos em que regressou a Espanha, que memórias do Benfica mais lhe vinham à cabeça?
R – Lembrava-me, sobretudo, do quão grande o Benfica é e também recordava com alguma emoção os seus adeptos. Na altura sentia que pouco faltava para voltar a ser um gigante do futebol europeu. Mas, agora, depois de ver estas condições de trabalho e tendo em conta o projecto que o presidente tem levado a cabo, sinto que estamos ainda mais próximos desse objectivo: sermos realmente importantes no panorama europeu.

P – O senhor chega ao Benfica numa altura em que saiu Simão Sabrosa, um carismático jogador, e em que Rui Costa tem provado manter a classe que ainda faz a diferença em qualquer equipa. De que forma vê esta “passagem de testemunho”?
R –
Bom, trata-se de dois enormes jogadores. É certo que a saída do Simão vem apenas confirmar que se transferiram, desde o tempo que aqui estive, vários jogadores que estão a ser figuras de destaque em grandes emblemas europeus, mas o regresso de Rui Costa pode ser importante para que todos os elementos das escolas e do plantel do Benfica sintam que neste clube podem tornar-se, também eles, referências do futebol. El
e é um exemplo de um benfiquista que conquistou o mundo e que voltou porque se revê neste clube.

P – Ele pode ser importante na sua estratégia...
R –
Vamos trabalhar e tanto ele como os outros mostrarão, certamente, serviço para que, todos juntos, procuremos o melhor para a equipa. Conto com ele e com todos os outros para que o Benfica tenha uma forte dinâmica de trabalho.

P – Quanto aos jovens [Di Maria, Fábio Coentrão e Freddy Adu] que estiveram em destaque no Mundial de Sub-20 e que foram contratados pelo Benfica. O que espera deles?
R –
Ainda não os conheço muito bem. Pelo menos, não o suficiente para ter já formado uma ideia. Vamos conhecê-los melhor nos próximos tempos.

P – O Benfica tem alternado, nos últimos anos, entre o 4-3-3 ou o 4-4-2. Vem com ideias predefinidas ou vai alternar entre os dois sistemas?
R –
O “4” da defesa não mudará de certeza, mas o resto depende do plantel e do momento, de forma. Queremos, sim, ter uma equipa sempre competitiva. Estou aberto a jogar em 4-3-3 ou em 4-4-2. Mediante o que for melhor para a equipa, poderemos mudar.

P – O que pode prometer aos adeptos do Benfica?
R –
Não gosto de promessas. Vamos trabalhar para fazer tudo tendo sempre em vista ganhar. Quando se muda é porque há problemas e aqui estamos para solucioná-los.

P – O que foi feito de si após a curta passagem pelo Real Madrid?
R –
Era para mim complicado voltar a treinar sem ser com alguém que tivesse credibilidade e em que eu confiasse. Depois daquele período no Real Madrid foi complicado encontrar algo em Espanha com que me identificasse. Preferi não fazer nada, porque não estou muito de acordo com a maneira de trabalhar dos treinadores em Espanha. Ao contrário, aqui tenho a possibilidade de realizar o meu trabalho com tranquilidade.

P – E a sua família, o que pensa deste regresso?
R –
A minha esposa, especialmente, está muito contente. Estamos muito felizes por regressar a Portugal e a Lisboa. Estamos aqui de corpo e alma.


Força Benfica!!!

segunda-feira, 20 de agosto de 2007

Vai e não voltes...

Finalmente a direcção do Benfica tomou uma decisão correcta. Como se pode ver no Comunicado de Imprensa:

"A Sport Lisboa e Benfica - Futebol, SAD (Benfica SAD), informa que chegou a acordo com os técnicos Fernando Santos e Jorge Rosário para a rescisão dos respectivos contratos. A Benfica SAD aproveita para agradecer todo o profissionalismo, empenho e lealdade com que os técnicos Fernando Santos e Jorge Rosário serviram esta Sociedade nos últimos 13 meses. O treinador-adjunto Fernando Chalana orientará o treino desta tarde. Em momento oportuno, a Benfica SAD comunicará a composição da nova equipa técnica da equipa de futebol profissional."

Depois da desgraça que foi a última época, da má pré-temporada realizada pelo Benfica este ano, e do mau começo de época 2007/2008, esta decisão é muito bem tomada. Nunca gostei de Fernando Santos e desde que foi contratado pelo Benfica que temi o pior. Assim foi!

O último jogo do Benfica, contra o Leixões no Bessa, foi uma desgraça total. Um jogo duro e mal jogado. Ou seja, se por um lado o Benfica fez uma péssima exibição, por outro o Leixões não deixava jogar dando só cacetada... Aos 90' Petit deu uma enorme alegria aos benfiquistas, que pensavam ter o jogo ganho, mas aos 90' + 4' o Leixões empata com a defesa do clube da Luz a ver jogar... Imperdoável a exibição do Benfica (mesmo que tivesse ganho), aliás, já com o Copenhaga tinha ganho e a exibição foi muito fraca...

Quanto ao substituto de Fernando Santos, diz-se ser José Antonio Camacho. A meu ver seria excepcional o regresso do espanhol, pois foi com ele no comando que o Benfica practicou o melhor futebol dos últimos anos, e como eu acho que o plantel deste ano é melhor do que o plantel que ele tinha na altura, penso que ele nos poderá dar muitas alegrias...

Saudações Benfiquistas!!!

sexta-feira, 17 de agosto de 2007

Especial RTP - Pinto Da Costa

Jorge Nuno Pinto da Costa é o presidente de um clube desportivo há mais tempo em funções – não apenas em Portugal, mas em todo o mundo. Ao fim de 25 anos à frente do Futebol Clube do Porto, Pinto da Costa apresenta um palmarés imbatível; milhares de sócios consideram-no o grande obreiro das vitórias do clube e adoram-no como um Deus. Mas muitos olham para Pinto da Costa como o principal responsável pelo que de pior existe no futebol e até na sociedade portuguesa; a sua carreira tem sido marcada por polémicas, guerrilhas, jogos de poder, suspeitas e até um ou outro escândalo A RTP desenterrou os arquivos e ouviu as memórias de amigos e de ex-amigos e adversários de Pinto da Costa para tentar perceber as estratégias do dirigente de sucesso e quem é afinal este homem – que muitos consideram uma das personalidades mais influentes do país no último quarto de século. “O Bom, o Mau e o Vilão”, é uma reportagem da jornalista Margarida Metello, com imagem de Manuel Liberato e edição de Paulo Alexandre.

Link : mms://195.245.176.20//rtpfiles/videos/auto/especiais/pinto_costa.wmv

Para quem não conseguir aceder por aí : http://multimedia.rtp.pt/area_home_video.php - Especiais RTP1 (2007-08-16)

Após uma semaninha de férias, voltamos em grande! Vejam porque a reportagem fala por si...

segunda-feira, 6 de agosto de 2007

Torneio do Guadiana!

Após ter empatado a zero (e também na marca de grandes penalidades a quatro) com o Bétis de Sevilha na Sexta-feira, o Benfica demonstrou esta noite, no último jogo do Torneio do Guadiana, estar ainda longe de atingir a forma para a qual tem trabalhado com tanto afinco ao longo desta pré-temporada. Perante o Sporting, a formação orientada por Fernando Santos obteve uma moralizadora vitória por 1-0, mercê de um cabeceamento vitorioso de David Luiz, mesmo a terminar a partida realizada no Algarve. O apontamento do central brasileiro foi o momento alto de um desafio muito rijo e no qual os jogadores fizeram questão de demonstrar que nem a feijões um “derby” pode ser encarado com menor convicção.
A vitória no Torneio do Guadiana confirmou a conquista do troféu da parte de um Benfica que fez da forma aguerrida de actuar na defesa e da certeza de passe e inteligência na ocupação de espaços do meio-campo as suas grandes forças em ambos os jogos (empate a zero com o Bétis e a referida vitória ante o Sporting). Fernando Santos escalou um “onze” com algumas alterações se tivermos em conta aquele que iniciou a partida ante o Bétis de Sevilha. Assim, Quim recuperou o lugar como titular na baliza, enquanto Luís Filipe pôde estrear-se de águia ao peito enquanto titular. Nuno Assis, por seu turno, ocupou o lugar de médio criativo, surgindo nas costas dos dois avançados: na noite de domingo, Bergessio e Mantorras.

Bem melhor a segunda parte do que a primeira. Mais intensa, mais emotiva e até mais viril, visto que foi então que vieram ao de cima as emoções e o normal cansaço, o que abriu mais espaços. Na primeira parte foram os guarda-redes a darem nas vistas. Logo ao minuto 21 coube a Stojkovic e a Quim a mostrarem reflexos. Na retina ficou o lance criado pelo ataque benfiquista, tendo Bergessio como finalizador. Cinco minutos depois, coube a Izmailov colocar Quim à prova, tendo o internacional português defendido junto ao chão, num grande momento. Mas o melhor lance da primeira parte surgiu pelo pé direito de Bergessio. Um remate muito potente de longa distância, mas que passou muito perto da barra. O atacante argentino – sem dúvida, em crescendo de forma – entrou a todo o gás na segunda parte, cabendo-lhe, aos 55’, surgir no coração da área para rematar de primeira, após centro de Léo. No entanto, o guardião leonino voltou a realizar uma apertada defesa, mantendo-se, assim, o nulo.
Seguiram-se as substituições, sendo que um dos elementos que entrou no Benfica se revelou fulcral para o desfecho da partida. Falamos de Fábio Coentrão que, mercê de um desconcertante pé esquerdo, colocou em água a cabeça de todo e qualquer defesa leonino. Sucederam-se as faltas sobre o jovem atacante e num desses lances, decorrido junto à bandeirola de canto, Manuel Fernandes apontou o livre com conta, peso e medida para a cabeça de David Luiz que, ao primeiro poste, entrou de rompante para um momento único.

A cerca de semana e meia de entrar em acção na terceira pré-eliminatória da Liga dos Campeões (onde defrontará o Copenhaga ou o Beitar Jerusalém), o Benfica provou, assim, que está a trabalhar bem e, reforçado pelos atletas que não puderam alinhar neste torneio, terá as potencialidades para fazer “estragos” em todas as competições onde entrar. Os benfiquistas têm, assim, motivos para sorrir e acreditar num futuro risonho.


Benfica Sempre!!!

quinta-feira, 2 de agosto de 2007

Finalmente!!!

O Benfica assegurou a contratação de Luís Filipe, de 28 anos, do Sp. Braga. O lateral-direito já está em Lisboa para assinar contrato por quatro épocas, tudo indicando que participa no Torneio do Guadiana, no próximo fim-de-semana. Está encontrado o concorrente de Nélson na lateral direita. Luís Filipe regressa assim a um «grande» da capital, depois de ter sido dispensado do Sporting, exactamente por Fernando Santos, quando o actual técnico do Benfica orientava os leões. Dos cofres da Luz para os arsenalistas deverá sair uma verba na ordem do milhão de euros. Luís Filipe diz esperar ser bem mais feliz no Benfica do que foi no Sporting, em duas épocas consecutivas. «Parto da estaca zero, a transferência do Braga foi muito rápida e obviamente venho preparado para ajudar a equipa a alcançar os objectivos». O lateral-direito volta a encontrar Fernando Santos, técnico que acabou por indicar a sua dispensa numa altura em que ambos se encontravam em Alvalade e Luís Filipe actuava então a extremo-direito. Sobre a concorrência com Nélson, o ex-bracarense comenta: «É saudável. O Nélson é um bom jogador e isso é bom para a equipa».


O título "Finalmente!!!" é usado por duas razões. Primeiro porque já há alguns anos que o Benfica tentava contratar este jogador, depois porque FINALMENTE o Nélson vai ter concorrência. Gosto muito do Nélson e acho que entrou muito bem no plantel há duas épocas atrás, mas nesta última esteve muito apagado e a jogar mal por vezes, uma concorrência deste nível é sempre boa...

Saudações Benfiquistas!!!