terça-feira, 22 de julho de 2008

Últimas movimentações...

O plantel do Benfica é nesta altura demasiado grande. Trinta e cinco é o número de jogadores à disposição de Quique Flores para treinar. Isto porque, aos que treinavam desde o início da pré-época, juntaram-se agora os que estiveram ao serviço das selcções, caso de Nuno Gomes, Petit, Zoro, Cardozo e Mantorras e ainda Pablo Aimar, contratado recentemente. Acrescenta-se Jorge Ribeiro, que ainda não foi oficialmente apresentado, mas pelos vistos a incerteza terminou, é mesmo jogador do Benfica. Sinceramente, falando deste último, não acho uma boa contratação. Poderá ser um jogador útil, é certo, mas como extremo pouco rende e como defesa tem o lugar tapado por Léo. Sepsi é também um excelente lateral, como já o provou nas poucas oportunidades que teve, por isso a contratação de Jorge Ribeiro não faz muito sentido, mas veremos se ele me surpreende pela positiva e prove ter sido uma boa aposta.

Sendo então o plantel tão grande como já referi, e estando o Benfica ainda no mercado, as saídas do clube serão muitas. Mas começamos mal, a meu ver! Está confirmado o empréstimo de Freddy Adu ao Mónaco. Péssima notícia! O norte-americano tem uma margem de progressão enorme e jogava a bom nível quando solicitado na época passada. Se o número de extremos já era pouco (uma das posições que Rui Costa está a tentar reforçar) passou a ser menos. Não percebo mesmo esta decisão... Mas o pior é que o clube francês ficou com opção de compra do passe do jogador.

Hadj Aissa, jogador argelino que o Benfica ia comprar para colocar a "rodar" em Portugal, a fim de se habituar ao estilo do futebol português e ganhar experiência, afinal parece que não assinou pois não queria ser emprestado. Fico feliz! No meu entender seria dinheiro mal gasto, já que médios é coisa que não falta no plantel encarnado e este jogador é muito desconhecido para se apostar muito...

Para entrar fala-se em Codina, Luis Garcia, Drenthe, Smolarek e Belletti. A posição de guarda-redes não deveria ser reforçada. Temos dois excelentes jogadores para aí jogarem e para terceiro elemento a aposta seria um júnior. O preço de Luis Garcia não deverá andar muito longe do de Reyes, e este último dá-me mais confiança, além de que o Atlético de Madrid já comunicou que não conta mais com ele. Outra opção seria a tentativa de empréstimo do Saviola, que é pouco utilizado no Real Madrid. Drenthe e Smolarek já me parecem boas apostas. O holandês é um bom extremo, e bem precisamos reforçar essa posição. Smolarek é polivalente e poderá jogar em qualquer lugar do meio campo ofensivo e a avançado. Por fim, Belletti é também uma boa aposta. Ao que parece, e espero bem que sim, Luis Filipe está de saída do clube, e Nélson precisa de concorrência para voltar aos "velhos" tempos...


PS - Uma pequena nota para o abandono dos relvados de um excelente jogador. Hoje, João Vieira Pinto, que já representou e bem o nosso Glorioso, "pendurou as botas"...

4 comentários:

Lampião do Norte disse...

Acerca do Adu, até poderia concordar com o empréstimo desde que não incluisse essa claúsula. E ter, ainda por cima, de levar com o regresso do irmão do Caniche...

Abraços!

Eusébio Branco disse...

Pois!

Quanto ao Adu concordo contigo, e até referi isso no meu "post"...

Quanto ao Jorge Ribeiro também não o acho nada útil, ainda por cima, segundo alguma imprensa, o irmão também está para vir... Espero mesmo que não!

Saudações Gloriosas!!!

Jotas disse...

No essencial estou de acordo com a tua leitura.
O Adu é de facto um jogador com enorme margem de progressão, em que se devia ter apostado mais na época passada.
A ideia do empréstimo até me pareceu boa, para mais num bom clube francês, mas a clausula de compra não lembra ao diabo, cheira-me que por tuta e meia vamos ficar sem um grande jogador a quem nunca se deu as devidas oportunidades, talvez mais um caso Deco.

Eusébio Branco disse...

Exactamente!

Era aí que eu queria chegar... A emprestar, nunca com cláusula!!!